MARTA SUZI

Sou Marta Suzi, uma administradora por vocação e fotógrafa por alimento a alma.  Me reconheço na fotografia desde criança, tempo em que os meus registros foram perdidos e a memória ficou borrada. Imaginava o que mais saberia se tivesse fotos para me contar histórias tantas vezes as olhasse por diversos ângulos e marcos de idade. Pois sim, o tempo tem dessas coisas quando revisitado, nos surpreende com novas percepções e interpretações.

Assim, fui tomada por essa paixão que me leva a contemplar os lugares, a escutar o silêncio, a conversar com o inanimado e admirar o caminhar das pessoas inseridas nesse ambiente de coexistência do existir e viver, do borrar, apagar e recomeçar. Dessa forma se dá a minha inspiração do registrar: a partir do mergulho em outros mundos, vidas e escutas das prosas aromatizadas pelo café quentinho na porta de uma casa ou numa calçada. Gosto de gente, daquelas que tem o olhar comprido de memórias e de uma fala carregada de sabedoria apreendida pela percepção do seu simples entorno.

  • Instagram
WhatsApp Image 2021-11-09 at 20.54.48.jpeg

Hilda Salomão, antes de tudo, mulher. 

A que aprendeu com mulheres, vó e mãe, o sagrado do feminino e que desde muito cedo, no berço materno, teve a escuta e a experiência do viver através da arte e da paixão pela ceramica , a arte do fogo. Ao escolher sua trajetória não teve dúvidas e tornou-se ceramista, arte que veio pelo aprendizado no ateliê da vó e da mãe. Nesse caminho também se apaixonou pelo ato de transmitir conhecimento e assim, se fez também professora. Hilda tem alegria no que faz e ensina e transforma-se todos os dias pelo que ela diz aprender de si fazendo arte. Dona de um estilo único, nesses últimos 50 anos já deixou sua marca em inúmeras exposições e em centenas de pessoas que se iniciaram na arte pelas suas mãos.

Hilda aponta caminhos no processo artístico e ao mesmo tempo se coloca como eterna aprendiz no cenário da arte do viver artístico.